Secretaria Municipal de Educação divulga resultado de pesquisa de acesso à Internet dos alunos matriculados na rede municipal de ensino de Itapoá

Entre os dias 06 de maio e 30 de maio de 2020, foi realizada uma ampla pesquisa com as mães dos alunos regularmente matriculados na rede municipal de ensino de Itapoá. No total, a Secretaria Municipal de Educação entrevistou 2.329 mães, o que resultou numa abrangência de 3.567 alunos, ou seja, 81,44% dos 4.380 alunos atualmente matriculados na rede.

A pesquisa foi realizada em formulário eletrônico e também em formulário impresso entregue nas escolas municipais. Todos os dados da pesquisa são auditáveis, e a pesquisa foi realizada com rigor científico para garantir a confiabilidade dos dados e dos resultados.

O objetivo da pesquisa é verificar qual o nível de acesso à Internet que as famílias dos alunos matriculados na rede municipal de ensino de Itapoá atualmente dispõe, bem como, verificar os aplicativos e sites mais acessados, a frequência semanal de acesso à Internet, e os principais equipamentos eletrônicos utilizados pelas famílias para o acesso à Internet.

Com a necessidade do afastamento social decorrente da Covid-19, e da suspensão das aulas presenciais para atendimento das recomendações dos órgãos de saúde pública, a Secretaria Municipal de Educação, em caráter emergencial, iniciou a busca de alternativas para garantir a continuidade do ensino, em favor dos alunos da rede municipal. Entre as estratégias adotadas, destaca-se o ensino a distância, através do uso de tecnologias de informação e comunicação, como a implantação do Google Sala de Aula.

Conforme a Secretária Municipal de Educação, Sra. Luíza Montalvão de Oliveira Bongalhardo, “Não podemos deixar nossas crianças sem aulas e não podemos comprometer o ano letivo. É nosso dever buscar garantir a continuidade do ensino. Por isso, estamos enfrentando todos juntos esse desafio imposto a todos nós profissionais da educação de Itapoá, professores, equipes pedagógicas, administradores, gestores das unidades escolares, aos pais dos alunos e aos próprios alunos. Dessa forma, enquanto Secretaria Municipal de Educação buscamos alternativas para enfrentarmos à Covid-19, e uma das opções foi a virtualização dos ambientes educacionais, com a implantação de site institucional para disponibilização de conteúdo, implantação do Google Sala de Aula, criação de cerca de 5.000 e-mails institucionais a todos os professores e alunos, além da realização de videochamadas para organizar as atividades da Educação de Itapoá. Agora, buscaremos garantir o acesso a todos os alunos nos ambientes virtuais de ensino já criados pela equipe da Educação de Itapoá, mas para isso, precisamos saber exatamente qual o atual nível de acesso à Internet das famílias dos alunos. Por essa razão, o resultado da pesquisa será utilizado como um importante indicador para as novas tomadas de decisões e definições das estratégias da Secretaria de Educação de Itapoá, especialmente para garantir que nenhum aluno fique para trás nesse novo processo de ensino-aprendizagem. Já podemos adiantar que uma das alternativas identificadas e que já está em andamento, destaca-se a aquisição de equipamentos para as famílias identificadas nessa pesquisa que não possuem acesso à Internet, ou que possuem um acesso precário.”

Confira os parâmetros da pesquisa:

Período da pesquisa: 06 de maio e 30 de maio de 2020. Número de mães de alunos entrevistadas: 2.329 mães. Número de formulários on-line respondidos: 1.779. Número de formulários impressos respondidos: 550.

Abrangência de alunos pesquisados, considerando que uma mãe possui 1 ou mais filhos matriculados na rede: 3.567 alunos. Média de 1,53 filhos para cada mãe. 

Valor absoluto da abrangência na quantidade de alunos pesquisados: 81,44% do total de 4.380 alunos.

Cada mãe poderia responder em quais escolas seu(s) filho(s) está(ão) matriculado(s). O resultado da distribuição dos alunos relacionados por escola a partir das informações apresentadas pelas mães segue conforme a distribuição abaixo:

 Resultados da pesquisa:

Sobre o pergunta se a família possui acesso à Internet, apenas 3,26% das mães entrevistadas declararam não possuir acesso à Internet.

Cerca de 94,33% das mães entrevistadas declararam possuir acesso à Internet através de dispositivos móveis (Celulares). Além disso, 34,09% declararam possuir computador ou notebook em casa para acesso à Internet. E cerca de 19,71% das famílias declararam possuir televisores do tipo SmartTV com conexão à Internet. Por fim, cerca de 8,29% das famílias pesquisadas possuem equipamento eletrônico denominado Tablet com conexão à Internet por rede wireless ou por chip 4G.

Sobre a qualidade no acesso à Internet, a pesquisa buscou identificar qual a frequência do acesso à Internet das famílias pesquisadas. Cerca de 82,61% das mães entrevistadas declararam que a família possui acesso à Internet durante todos os dias da semana. E aproximadamente 10,05% das famílias pesquisadas declararam acessar entre 3 a 6 vezes por semana. Por fim, cerca de 7,34% das famílias declararam acessar entre 1 ou 2 vezes por semana ou não acessam à Internet.

Sobre os aplicativos e sites utilizados no acesso à Internet, a pesquisa apresentou a seguinte lista de opções de acesso à Internet. Cerca de 96,48% das mães entrevistadas declararam possuir acesso ao aplicativo Whatsapp. O segundo aplicativo/site mais acessado é o Facebook com 79,30%, seguido pelo Youtube com 69,04%. Outros sites na internet são acessados por cerca de 49,42%. E o Instagram é acessado por cerca de 45,99% das mães entrevistadas. Por fim, apenas 2,79% das mães entrevistadas declararam não possuir qualquer acesso nas opções de aplicativo e/ou sites sugeridos na pesquisa, conforme indicados abaixo:

 Conclusões

Os resultados da pesquisa servirão para traçar novas estratégias da Secretaria Municipal de Educação de Itapoá, especialmente com foco para o sucesso na implantação do Google Educacional, E-mails institucionais e Google Sala de Aula para a virtualização do ensino-aprendizagem nessa época de afastamento social provocado pela Covid-19 e também após a pandemia com novas estratégias de ensino a partir da inserção dessas novas e importantes tecnologias da informação.

Entre os principais destaques positivos da pesquisa está o resultado de um maior nível de acesso à Internet do que foi inicialmente previsto pela equipe administrativa da Secretaria de Educação. Percebe-se que apenas 3,30% das mães entrevistadas declararam não possuir qualquer tipo de acesso à Internet. Algo bem abaixo do que foi inicialmente esperado.

Ainda sobre a qualidade no acesso à Internet, percebe-se que 82,61% das mães entrevistadas declararam que a família possui acesso à Internet durante todos os dias da semana, num valor absoluto que chamou bastante a atenção.

Como a pesquisa registrou o nome e as escolas das respectivas mães, agora será possível a Secretaria Municipal de Educação implementar medidas urgentes para assegurar o acesso à Internet das famílias que declararam não possuir acesso ou ainda que declararam possuir um acesso precário à Internet de apenas alguns dias por semana.

Entre as ações já em curso, destaca-se a aquisição de equipamentos para garantir aos alunos o acesso ao Google Sala de Aula e permitir que realizem pesquisas e contato com os professores.

Sobre os destaques negativos, é possível identificar que apenas 34,09% das famílias declararam possuir computador ou notebook em casa para acesso à Internet. Já o acesso por dispositivos móveis (celulares) apresentou cerca de 94,33% com acesso à Internet pelas famílias. Portanto, a estratégia da Secretaria de Educação, dos professores e demais profissionais da Educação de Itapoá, será o desenvolvimento de conteúdos com foco no aplicativo do Google Sala de Aula, disponível gratuitamente nas principais plataformas de celulares e tablets, o que de fato já está ocorrendo.

Vale ressaltar que os 18,56% de famílias que não responderam à pesquisa também serão avaliadas e caso pertençam ao grupo dos que não possuem ou possuem um acesso precário à internet, também poderão receber o tablet em comodato para o acesso ao Google Sala de Aula.

Fonte, fotos e gráficos: Secretaria Municipal de Educação de Itapoá.

Escolas municipais recebem sistema de videomonitoramento

A Secretaria de Educação iniciou a implantação do sistema de monitoramento de vídeo em toda a Rede  Municipal de Ensino. Mais de 160 câmeras e 355 sensores foram distribuídos nas 16 unidades que compõem a Rede.  

O objetivo do investimento é integrar toda a Rede a uma central de monitoramento 24h , que será acompanhada pelos gestores e  pela empresa de segurança contratada. O servidor (DVR), conectado a uma rede de internet, permite o monitoramento remoto das  unidades de ensino infantil e fundamental, permitindo maior segurança aos funcionários e alunos. 

"Esta é uma ação importante para garantir a segurança das crianças e dos adolescentes no espaço escolar, como também garantir o patrimônio das escolas", afirma Luiza Montalvão, Secretária de Educação.

Além do sistema de monitoramento remoto, rondas aleatórias nas unidades são mantidas diariamente, tanto no período diurno como noturno.

 

AVISO: Entrega dos kits de alimentação

A partir desta quarta-feira (13), a Secretaria de Educação começa a distribuir os kits de alimentação escolar. Para organizar os trabalhos, algumas escolas foram definidas como pontos de entrega, conforme a tabela deste post. Verifique qual a escola de seu filho e onde você poderá retirar o seu kit.

Amanhã, a entrega será realizada para as famílias já cadastradas no programa Bolsa Família. As demais famílias não cadastradas no programa e que fizeram o requerimento nos dias 11 e 12 de maio, deverão retirar seu kit na quinta e na sexta-feira.

Mas atenção: para evitar aglomerações, os kits serão entregues conforme horário previamente agendado no momento da requisição com os gestores.